Londres, 20 set (EFE) - Os administradores dos negócios europeus do Lehman Brothers apresentaram um processo em um tribunal de Nova York no qual reivindicam a devolução de US$ 8 bilhões enviados a Londres, informou hoje a BBC. O dinheiro foi transferido da Europa à holding do grupo nos Estados Unidos antes da declaração de concordata da entidade americana. Um porta-voz da Pricewaterhousecoopers, a companhia encarregada da administração do Lehman Brothers na Europa, disse hoje que o dinheiro foi necessário para pagar os salários dos funcionários, os credores e outras despesas diárias. Essa reivindicação, que foi bem acolhida pelos 4.500 empregados do Lehman em Londres que ficaram, por enquanto, na rua, representa um endurecimento da postura dos administradores.

Enquanto isso, os empregados da divisão de finanças corporativas do Lehman Europa esperam que possam conservar os empregos graças ao interesse crescente nessa franquia.

Segundo fontes citadas no sábado pelo "Financial Times", o banco japonês Nomura e o britânico Barclays, além de um terceiro banco, estão interessados em adquirir essa divisão. EFE jr/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.