Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Laudo não aponta culpado, diz Kersul

O chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro Jorge Kersul Filho, disse que o relatório sobre o acidente da TAM está em fase de redação das conclusões. O do acidente com o avião da Gol, em setembro de 2006, está sendo traduzido para ser enviado a entidades no exterior, que terão 60 dias para devolvê-lo com as análises.

Agência Estado |

As informações foram dadas durante audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Kersul afirmou que as análises feitas nos manetes do avião acidentado da TAM não concluem se eles estavam ou não na posição correta. Segundo o brigadeiro, as investigações do Cenipa não buscam culpados pelos acidentes, mas têm o objetivo de evitar que ocorram novas tragédias.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que as investigações sobre as causas e as responsabilidades são feitas "em prazos razoáveis" e não há como apressar a conclusão dos trabalhos. "Espero encerrar em um prazo razoável. Não podemos sacrificar o conteúdo da investigação, das análises técnicas que devem ser feitas, por causa da rapidez", disse Jobim, ao deixar a sede do ministério.

Ele reiterou a solidariedade às famílias das vítimas e considerou cumprida a promessa de trabalhar para aumentar a segurança dos vôos e dos aeroportos. Jobim destacou que "o controle de vôo está em ótimas condições" no País, mas anunciou que o governo vai contratar uma empresa internacional para "fazer a verificação completa desse sistema no Brasil".

Indenização

Ainda na Câmara, o diretor jurídico da TAM, Luiz Cláudio Mattos de Aguiar, informou que, por meio de acordo, foram indenizadas 79 famílias de mortos no acidente do ano passado. Aguiar ressaltou que os processos relativos aos demais casos estão em fase de negociação.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG