Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lamy pede que países mantenham conquistas da fracassada Rodada de Doha

Paris - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, lançou nesta quarta-feira uma chamada para manter as conquistas da negociação da Rodada de Doha, fechada com fracasso esta semana, para não dar um passo atrás diante da retomada das conversas no futuro.

EFE |

"Não vamos para trás, e capitalizemos a partir de 85% do que foi feito", de modo que sejam mantidas "as conquistas desta semana", disse Lamy, em entrevista à emissora de rádio francesa "France Info".

Lamy se mostrou "surpreso" com a "determinação" dos países da OMC em continuar na busca de um compromisso, apesar da "decepção" pela ruptura das conversas nesta terça-feira, e disse que as nações em desenvolvimento insistiram em que sejam preservadas as conquistas.

O diretor-geral da OMC disse que, no âmbito da agricultura, a oposição não se limitava aos países desenvolvidos contra as nações em vias de desenvolvimento, mas também à dos importadores contra os exportadores.

Isso explica que o processo seja politicamente "muito complexo", já que ilustra a "nova paisagem mundial", na qual as potências emergentes, como Brasil, Índia e China, querem deixar sua marca no comércio mundial.

Lamy reiterou o caráter ineludível da regra do consenso na tomada de decisões na OMC, levando em conta que é uma organização sem um órgão central de tomada de decisões, que só dispõe de um mecanismo de facilitação da negociação.

Leia mais sobre Rodada Doha

Leia tudo sobre: rodada de doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG