Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Laep recebe aval para vender ativos

SÃO PAULO - A assembléia de acionistas da Laep, controladora da Parmalat Brasil, aprovou na sexta-feira a proposta, feita há quase um mês, de venda de ativos considerados não-estratégicos. Pressionada pela falta de liquidez, a empresa apresentou a proposta de venda de ativos no dia 25 de novembro.

Valor Online |

A decisão ocorreria em assembléia convocada para 12 de dezembro, mas a reunião foi remarcada para uma semana depois.

Os ativos que serão ofertados a eventuais interessados incluem participações societárias das subsidiárias diretas e indiretas, como ativos da Lácteos do Brasil, Companhia de Alimentos Glória, Integralat, Integralat Agronegócios e Parmalat Brasil, que está em recuperação judicial, de acordo com extrato da ata da assembléia apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A aprovação ocorre apenas 14 meses depois da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Laep, realizada em outubro de 2007. Desde então, a empresa enfrentou percalços que incluíram a suspeita de compra de leite adulterado (operação negada por ela) e também um mercado de " preços predatórios " , segundo diagnóstico da própria companhia.

Para equilibrar suas contas, a Laep já se desfez de outros ativos neste ano. Em agosto, a companhia vendeu para a Morrinhos, da GP Investimentos, a Poços de Caldas e a licença da marca Paulista. A transação ocorreu apenas quatro meses depois de os negócios terem sido vendidos a ela pela Danone.

O aperto levou a Parmalat Brasil a reduzir a captação de leite em suas unidades e também a adiar pagamentos a fornecedores. A empresa, contudo, não é a única a enfrentar reveses no mercado de lácteos. Historicamente, o setor caracteriza-se por ter margens apertadas, mas a situação agravou-se com a derrocada dos preços neste ano. O declínio foi motivado pela grande oferta de leite no mercado, que se seguiu a um período de preços elevados em 2007.

(Patrick Cruz | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG