Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

La Hotels, da GP, anuncia compra da Invest Tur

Braço hoteleiro da GP Investimentos, a LA Hotels LLC anunciou ontem a aquisição do controle da Invest Tur, empresa de desenvolvimento turístico que levantou R$ 945 milhão durante o boom das aberturas de capital na Bovespa. A empresa ainda tem R$ 490 milhões em caixa e, caso a operação seja aprovada, fará uma devolução de capital de R$ 300 milhões.

Agência Estado |

A Invest Tur levantou quase R$ 1 bilhão em julho de 2007 com a promessa de desenvolver e investir em empreendimentos turísticos e de segunda residência no segmento de alto padrão. Apesar de ter investido quase a metade do que foi levantado na Bolsa na aquisição de terrenos, com a crise financeira a promessa ficou difícil de cumprir. Com um fluxo de caixa irrisório, a empresa começou a ser pressionada por investidores, que passaram a demandar uma devolução do capital investido. De janeiro a setembro, a Invest Tur faturou apenas R$ 855 mil, resultado da operação do Txai Resort, único empreendimento comprado pronto.

O negócio com a GP prevê a incorporação, pela Invest Tur, da LA Hotels S/A, empresa que iniciou operações há um ano e já é a quarta maior empresa hoteleira do País, com 27 hotéis, entre próprios e administrados. O negócio prevê o aumento do capital social da LA Hotels em R$ 119 milhões e a diminuição do capital social da Invest Tur - por meio da devolução de R$ 300 milhões. Com a conclusão da operação, a nova Invest Tur terá R$ 309 milhões em caixa.

Por meio da holding LA Hotels LLC, o GP terá 49% da nova empresa, enquanto os administradores da LA e da Invest Tur terão, respectivamente, 2% e 3%. A operação depende da aprovação dos acionistas, que se reúnem em 9 de fevereiro.

A Invest Tur possui o capital totalmente pulverizado, sendo que alguns fundos, como Espírito Santo Turismo, Amber e Tarpon possuem participação superior a 5% cada. Em novembro, os fundos Tarpon e Hedging-Griffo apresentaram uma proposta de devolução de capital de R$ 400 milhões. Em outra frente, o fundo americano Amber questiona os poderes da diretoria e do Conselho em aprovar o negócio com a GP. O fundo solicitou a realização de uma assembleia, marcada para o dia 14, para discutir a questão.

Se aprovada, a operação representará uma grande mudança no plano de negócios original da Invest Tur. "A crise não mudou os nossos planos, apenas os adiou", afirma Carlos Guimarães, que será copresidente do Conselho de Administração da nova Invest Tur, ao lado de Antonio Bonchristiano, da GP. O foco da LA Hotels são hotéis urbanos de 3 e 4 estrelas. A empresa é dona da Rede Golden Tulip e faturou R$ 35 milhões de janeiro a setembro. "A nova empresa terá agora apenas um controlador, que é a GP", diz Bonchristiano, também copresidente da GP Investimentos. "Isso evita a insegurança e facilita a vida do administrador."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG