Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Kofi Annan alerta sobre a necessidade de parcerias

SÃO PAULO - Com o tema liberdade, o ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) Kofi Annan começou o discurso de abertura do IV Congresso Brasileiro de Publicidade com muito bom humor, contando um episódio no qual foi confundido com o ator americano Morgan Freeman.

Andréia Brasil, especial para o Último Segundo |

 

Depois passou a mencionar os desafios que enfrentou à frente da ONU quando pediu a colaboração de uma série de grupos na luta contra a corrupção e a favor do meio-ambiente. Annan enfatizou que não é possível lutar contra os problemas sozinho, e defendeu que governo, setor privado e ONGs devem se unir para buscar melhores resultados. Temos problemas que exigem parcerias, disse.

Questionado sobre o papel da comunicação para o auxílio em aspectos sociais, Kofi Annan afirmou que o considera extremamente importante, desde que seja eficaz e traga mensagens relevantes a serem comunicadas. "Se queremos que as pessoas mudem, precisamos comunicar de maneira eficaz. Não vejo como poderíamos ter qualquer mudança fundamental sem a comunicação, mas é preciso ter uma mensagem importante, senão a comunicação fica vazia", disse.

Annan afirmou que a liberdade de imprensa é fundamental para qualquer economia saudável. Ele disse, entretanto, que todos os atores da comunicação têm de ser justos e contribuir com a sociedade e educar o público. O público precisa de informação, seja em termos políticos ou comerciais. A publicidade é um parceiro importante para enfrentarmos os desafios que temos pela frente, afirmou. 

Durante a palestra, o ex-secretário-geral da ONU enfatizou a importância da proteção ao meio ambiente. Para ele, a mudança climática é uma ameaça à economia, à saúde, à segurança e à estabilidade social. Citando um provérbio sul-africano, Annan afirmou que a terra é um tesouro para as gerações futuras e que os problemas ambientais geram implicações profundas em todos os aspectos do bem-estar da sociedade.

Nascido em Gana, Kofi Annan foi seretário-geral das Nações Unidas entre 1997 e 2006. Ele ganhou o Prêmio Nobel da Paz no ano de 2001.

Esta é a segunda vez que ele vem ao Brasil. Na primeira, veio para o enterro de Sérgio Vieira de Melo, diplomata brasileiro da ONU morto no Iraque em 2003. Sua atuação na ONU também foi marcada pela defesa do multilateralismo e do respeito aos direitos humanos e ao Estado de Direito.

Judith Miller

A jornalista e escritora Judith Miller, ganhadora de importantes prêmios como Pulitzer e Emmy, participará do Congresso na terça-feira, dia 15, às 19h. Judith falará sobre os limites da liberdade de imprensa. Judith passou 85 dias presa, em 2005, por se recusar a revelar uma fonte para a Justiça norte-americana.

O caso mobilizou os mais importantes órgãos da imprensa mundial por envolver membros dos mais altos escalões do governo Bush.

A palestra será acompanhada por Ricardo Gandour, diretor de Conteúdo do Estado de S.Paulo, Rodolfo Fernandes, diretor de Redação de O Globo e Carlos Eduardo Lins e Silva, ombundsman da Folha de S.Paulo.

Sobre o Congresso

Com o tema Criando o Futuro, o IV Congresso Brasileiro de Publicidade vai debater as principais questões que afetam o setor, com a presença de líderes da indústria da comunicação brasileira.

Veja abaixo a programação do evento:

Segunda-feira, dia 14 de julho, das 16h30 às 19h

  • Comunicação integrada - Eduardo Fischer
  • Responsabilidade socioambiental da propaganda - Hiran Castello Branco
  • Prestadores de serviços especializados e sua relação com agências e clientes - Zezinho Mutarelli
  • Marketing promocional - João Carlos Zicard Licitações públicas e concorrências privadas - João Roberto Vieira da Costa

Terça-feira, dia 15 de julho, das 10h30 às 13h

  • A criatividade brasileira - Nizan Guanaes
  • Eficácia no planejamento e compra de mídia - Ângelo Franzão Neto
  • A realidade dos mercados regionais - Ricardo Nabhan
  • A educação, a profissão e o mercado - Francisco Gracioso
  • Carga tributária e rentabilidade de agências, fornecedores e veículos - Cyd Alvarez

Terça-feira, dia 15 de julho, das 16h30 às 19h

  • A valorização, a prosperidade e a rentabilidade da indústria da comunicação - Luiz Lara
  • Mídia e conteúdo - João Carlos Saad
  • Marketing de relacionamento - Efraim Kapulski
  • Novas mídias - Daniel Barbará
  • Liberdade de expressão comercial - Gilberto Leifert

 

No último dia do Congresso, dia 16, as teses debatidas nos dias anteriores serão compartilhadas com o público do evento, em duas sessões com palestras feitas pelos presidentes das comissões. Essas plenárias acontecem entre 9h e 13 horas, encerrando os trabalhos do Congresso.

Com Janaína Gimael, especial para o Último Segundo

Leia mais sobre Congresso de Publicidade

Leia tudo sobre: congresso de publicidade

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG