SÃO PAULO - Após novo suspense da Aracruz em relação a perdas com exposição cambial, a concorrente Klabin veio a mercado afirmar que sua situação financeira neste momento é de absoluta tranqüilidade, com o caixa preservado e de acordo com a diretrizes do conselho da companhia. A empresa destaca que não faz operações estruturadas de hedge especulativo por considerar o risco envolvido incompatível com sua estratégia financeira. Segundo a Klabin, que tinha aplicações de R$ 2,1 bilhões até junho deste ano, a estratégia conservadora da empresa busca remunerações vinculadas ao CDI.

De acordo com o comunicado, o endividamento em moeda estrangeira da empresa tem prazo médio de 57 meses e está "amplamente suportado" com as exportações da empresa. As dívidas de curto prazo representavam apenas 5% do endividamento total.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.