Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Kátia Abreu defende maior participação do governo no crédito

São Paulo, 03 - A senadora Kátia Abreu defendeu hoje uma maior participação estatal no financiamento do agronegócio brasileiro. Para ela, o ideal seria que o governo federal tivesse uma fatia de, pelo menos, 50% do crédito destinado ao setor produtivo, porcentual que deveria crescer ao longo do tempo.

Agência Estado |

"O governo já teve uma participação superior a 80% no crédito rural e hoje tem menos de um terço. Precisamos aumentar essa participação, mesmo porque isso dá retorno para o governo", disse a senadora.

Para ela, é mais interessante para a União conceder um subsídio de renda aos produtores do que equalizar as taxas de juros e novas renegociações de dívida. "Hoje, a taxa de juros aplicada sobre o agronegócio é incompatível com a necessidade do setor", afirma a Senadora. Segundo ela, os 6,75% que o governo diz cobrar é aplicado para menos de um terço do setor produtivo. "A maior parte do agronegócio tem que pagar de 15% a 20% de juros para financiar o plantio", disse Kátia Abreu.

O aumento da participação do governo federal no crédito rural, aliás, será uma das propostas a serem apresentadas pela senadora, assim que ela assumir a presidência da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A eleição ocorre em chapa única, no próximo dia 12 de novembro, com a posse marcada para o dia 12 de dezembro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG