A SEC, agência reguladora da Bolsa de Valores dos Estados Unidos, está analisando a relação de uma sobrinha de Bernard Madoff com um ex-inspetor da SEC, dentro da investigação da fraude do investidor nova-iorquino, informou nesta quarta-feira o Wall Street Journal.

"A Securities and Exchange Commission vai examinar a relação entre um ex-diretor da agência e uma sobrinha do financista Bernard Madoff", escreveu o jornal econômico.

Depois de reconhecer suas falhas, a SEC anunciou terça-feira a abertura de uma investigação sobre a fraude do gestor de fundos, em especial para determinar se houve contatos entre o pessoal da SEC e a empresa ou a família de Madoff, mas não citou nomes.

O inspetor geral da SEC encarregado da investigação, David Kotz, indicou em entrevista ao Wall Street Journal que tinha "a intenção de examinar a relação entre a sobrinha de Madoff e o senhor Swanson".

Eric Swanson trabalhou para a SEC durante dez anos, entre outras coisas supervisionando programas de inspeção. Ele deixou a agência em 2006, o mesmo ano em que teria começado a sair com Shana Madoff, com quem se casou em 2007.

Leia mais sobre fraude

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.