Justiça dos EUA libera perfuração de petróleo em águas profundas

NOVA ORLEANS (Reuters) - Um tribunal de apelações dos Estados Unidos rejeitou nesta quinta-feira o pedido do governo de Barack Obama para suspender uma decisão que deixava sem feito uma moratória temporária à perfuração petrolífera em águas profundas depois do vazamento da British Petroleum no Golfo do México.

A Corte Federal de Apelações para o 5o Circuito em Nova Orleans tomou a decisão cerca de uma hora depois de ouvir os argumentos em relação ao pedido da Casa Branca para pôr fim à medida de primeira instância que suspendeu a moratória de seis meses sobre as perfurações.

(Reportagem de Jeremy Pelofsky e Chris Baltimore)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.