Tamanho do texto

Buenos Aires, 21 nov (EFE).- A Justiça argentina resolveu hoje intervir na Aerolíneas Argentinas, controlada pelo grupo espanhol Marsans, por pedido do Governo de Cristina Fernández de Kirchner, confirmaram à Agência Efe fontes da empresa.

O secretário de Transportes argentino, Ricardo Jaime, chegou à sede corporativa da linha aérea para notificar a medida judicial à empresa e espera-se que nos próximos minutos fale com a imprensa, disseram as fontes. EFE nk/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.