Redação Central, 29 out (EFE).- A redução da taxa básica de juros aprovada hoje pelo Federal Reserve (Fed, banco central americano), de 1,5% para 1%, aponta para um número histórico, comparável apenas a junho de 2003.

O Fed afrouxou hoje de novo a política monetária com a redução dos juros, uma decisão que era amplamente esperada pelas bolsas de valores, que já tinham se antecipado a medida, fechando seus pregões com fortes altas.

Em 8 de outubro, o Fed também decidiu baixar a taxa básica em 0,5 ponto, para 1,50%, em uma ação coordenada com outros bancos centrais, com o que os juros voltaram aos números de agosto de 2004.

Desde 2007, a instituição tinha optado por manter a taxa básica de juros em oito ocasiões e por reduzi-la em sete reuniões consecutivas, além da decidida no início do mês.

Com a redução de hoje, a taxa básica de juros fica no mínimo histórico de 1%, alcançado apenas em 25 de junho de 2003, e o Fed volta a apostar na descendente que iniciou há mais de um ano com a eclosão da crise das hipotecas subprime.

Após reduzir os juros para 1% em junho de 2003, o Fed os manteve nessa cota até um ano depois, já que em 30 de junho de 2004 acabou subindo para 1,25%.

Na tabela seguinte, as alterações que o Fed fez na taxa básica de juros desde agosto de 2006, quando se acabou com uma série de 17 altas consecutivas iniciada em junho de 2004: data juros(%) mudança (pp).

================================================================ 29/10/2008 1,00 baixa 0,50.

08/10/2008 1,50 baixa 0,50.

16/09/2008 2,00 mantém.

05/08/2008 2,00 mantém.

25/06/2008 2,00 mantém.

30/04/2008 2,00 baixa 0,25.

18/03/2008 2,25 baixa 0,75.

30/01/2008 3,00 baixa 0,50.

22/01/2008 3,50 baixa 0,75.

11/12/2007 4,25 baixa 0,25.

31/10/2007 4,50 baixa 0,25.

18/09/2007 4,75 baixa 0,50.

07/08/2007 5,25 mantém.

28/06/2007 5,25 mantém.

09/05/2007 5,25 mantém.

21/03/2007 5,25 mantém.

31/01/2007 5,25 mantém.

12/12/2006 5,25 mantém.

25/10/2006 5,25 mantém.

20/09/2006 5,25 mantém.

08/08/2006 5,25 mantém. EFE ads/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.