Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Juros caem mais com economia fraca

Nova rodada de fracos indicadores domésticos e o impacto da crise sobre o mercado de trabalho reforçaram a expectativa de forte desaceleração econômica, e até de recessão, no Brasil. Com isso, houve espaço para a quarta queda consecutiva dos juros futuros na BM&F.

Agência Estado |

Contudo, a curva a termo ainda mostra um mercado dividido sobre o tamanho do corte da taxa Selic na próxima semana.

O juro de abril de 2009 recuou a 12,84%; o de janeiro de 2010, para 11,50%; e o de janeiro de 2012, para 11,59%. Nas bolsas, o dia foi marcado pelavolatilidade. A Bovespa conseguiu terminar com alta de 0,36%, aos 39.544,23 pontos, enquanto os índices acionários caíram na Ásia e Europa e encerraram em direções mistas em Nova York. O Índice Dow Jones recuou 0,30% e o Nasdaq subiu 0,50%.

Além do balanço negativo da fabricante de alumínio Alcoa reforçar as perspectivas pessimistas para os resultados de outras empresas, o presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, alertou que o momento da recuperação econômica é incerto. Aqui, o Ibovespa ganhou suporte da demanda por ações da Vale e Petrobrás em meio à recuperação dos preços do petróleo e dos metais no exterior. O dólar subiu 1,48%, a R$ 2,328 no balcão.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG