Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Juro volta a subir para empresas e consumidores

Os juros voltaram a subir em janeiro, apesar da queda de 1 ponto porcentual na taxa básica ao ano, no período. Em dezembro, os juros haviam recuado, após sete meses seguidos de alta.

Agência Estado |

Segundo pesquisa divulgada ontem pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a taxa média nas operações para pessoa física passou de 7,49% ao mês, em dezembro, para 7,57%, em janeiro - alta de 0,08 ponto porcentual.

Para a pessoa jurídica, a alta foi de 0,09 ponto porcentual. A taxa média de juros subiu de 4,35% para 4,44% ao mês. No mesmo período, a taxa que bancos e financeiras pagam na captação de recursos para emprestar a consumidores e empresas caiu 0,08 ponto porcentual, de 1,12% para 1,04%.

Entre dezembro e janeiro, com exceção do cartão de crédito e do cheque especial, cujas taxas ficaram estáveis, todas as modalidades de financiamento da pessoa física apresentaram aumento de juros. A maior alta, de 0,22 ponto porcentual, foi na taxa do empréstimo pessoal em financeiras, que subiu, em média, de 11,52% para 11,74% ao mês.

A pesquisa mostra ainda que bancos e financeiras não repassaram integralmente aos juros as quedas da Selic. Em outras palavras, as instituições aumentaram o spread - diferença entre a taxa que elas pagam para captar dinheiro e a que cobram nos financiamentos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG