Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Júri de Cannes tem 10 brasileiros

Os dez jurados brasileiros na 56ª edição do Festival Internacional de Publicidade de Cannes, que acontece no fim de junho na costa francesa, estão definidos. O País terá presença em dez das onze categorias em julgamento.

Agência Estado |

O Brasil só ficou de fora do júri de Titanium & Integrated, que escolhe os melhores trabalhos publicitários desenvolvidos em diferentes plataformas de comunicação ao mesmo tempo. A ausência se dá por uma regra da organização do Festival, que promove um rodízio de países na América Latina. Este ano, o representante será argentino.

O time de jurados brasileiros contempla até a mais nova categoria no Festival, que é a premiação das ações de relações públicas, ou PR Lions, representada pelo diretor do Grupo CDN de comunicação corporativa, João Rodarte.

Os outros jurados são: em Cyber, que julga trabalhos para mídias online, Eco Moliterno, vice-presidente de criação da agência Wundermann. Na categoria Design, o jurado é Luciano Deos, sócio da Gad Branding & Design. Em Direct, ações de marketing direto, o representante é Rui Piranda, diretor de criação da Giovanni + DraftFCB. Em filmes comerciais, Sophie Schoenburg, diretora de criação da AlmapBBDO. Na programação de ações de mídia, Gleidys Salvanha, diretora de mídia da agência W (ex-W/Brasil). Em Outdoor, Alexandre Peralta, sócio da PeraltaStrawberryFrog. Em anúncios impressos, Leo Macias, diretor de criação da Talent. Em ações promocionais, Marcelo Heidrich, presidente da Ponto de Criação. E, em Rádio, André Faria, diretor de criação da F/Nazca.

O jornal o Estado de S. Paulo, que representa o evento no País, anunciou o objetivo de aumentar em 5% o número de peças inscritas. No ano passado, elas somaram 2.461 peças, 10% do total enviado por 85 países. Para o diretor de Mercado Jornais do Grupo Estado, Odmar Almeida Filho, há uma oportunidade para o Brasil ocupar espaço: "Os organizadores temem retração dos participantes de países desenvolvidos, mais afetados pela crise econômica."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG