O presidente do grupo bancário JPMorgan Chase, Jamie Dimon, admitiu nesta quinta-feira que os negócios haviam sido terríveis em novembro e que dezembro se prenunciava igualmente terrível, mas não citou nenhuma cifra concreta.

"Novembro foi um mês terrível, dezembro está sendo pior do que que se esperava", declarou Dimon à rede de televisão CNBC.

chr/aa/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.