Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

JPMorgan Chase acena com baixa contábil de US$ 1,5 bilhão em julho

SÃO PAULO - O JPMorgan Chase alertou ontem que as complicadas condições no ambiente de crédito o forçaram a assumir em julho uma depreciação de US$ 1,5 bilhão no valor de ativos lastreados em hipotecas.

Valor Online |

O aviso deve ajudar a alimentar as preocupações dos investidores sobre a extensão da crise financeira, que há um ano traz tumultos ao setor.

Em comunicado enviado ontem à Securities and Exchange Commission (SEC, órgão regulador do mercado dos EUA), o JPMorgan notou que as condições de negócios no mercado de hipotecas pioraram substancialmente desde o início do mês passado, levando a instituição a ter perdas de US$ 1,5 bilhão.

As expectativas atuais da empresa para o ambiente econômico global e dos Estados Unidos continua sendo de fraqueza, os mercados de capitais devem permanecer sob estresse e os preços das casas nos Estados Unidos devem continuar caindo, observou o JPMorgan no documento.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG