Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

José Eduardo Cardozo desiste de concorrer a mais um mandato na Câmara

SÃO PAULO - O secretário-geral do PT, deputado José Eduardo Cardozo (SP), anunciou hoje que, depois de dois mandatos consecutivos, não irá mais concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados. A decisão, disse ele, foi pessoal e motivada pela ausência de uma reforma política que assegurasse mais transparência ao sistema político brasileiro.

Valor Online |

"Desde a última campanha eleitoral, disse e repeti, por diversas vezes, que achava difícil a possibilidade de vir a participar de uma nova eleição à Câmara dos Deputados, se não houvesse uma radical reforma do sistema político brasileiro", afirmou Cardozo por meio de nota à imprensa.

O petista admitiu que o desânimo de permanecer no Congresso evoluiu mediante o aumento dos casos de corrupção entre os parlamentares.

Segundo ele, o sistema político brasileiro "traz no seu bojo o vírus da procriação da corrupção e das práticas não republicanas ao mesmo tempo que inocula outro vírus que atinge o ânimo dos que gostam do Parlamento, mas não apreciam as calúnias e incompreensões que forjam o caminho do acesso e o exercício de um mandato proporcional".

"Embora tenha lutado muito contra o primeiro, fui, lamentavelmente, atingido pelo segundo", declarou.

Também pesou em sua decisão a ideia banalizada de que todos os políticos são desonestos. A assessoria de imprensa de Cardoso informou que o petista não tem futuro político definido. No momento, vai se dedicar à campanha à Presidência da ministra da Casa Civil e pré-candidato do PT, Dilma Rousseff.

(Fernando Taquari | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG