SÃO PAULO - Era para ser só uma despedida do presidente dos EUA, George W. Bush, ao Iraque.

A visita surpresa, porém, acabou sombreada pelo par de sapatos atirados por um jornalista iraquiano durante uma entrevista coletiva, em Bagdá, para anunciar o novo acordo de segurança entre os dois países.

" Este é o beijo de adeus do povo iraquiano, cachorro " , disse o jornalista antes do arremesso. Ele errou a mira e foi detido. " Tudo o que posso dizer é que era tamanho 10 [42] " , disse Bush, que chamou a atenção pelo reflexo rápido.

O ato não foi gratuito: mostrar a sola do sapato é um insulto entre árabes, e mostra a baixa popularidade do presidente em fim de mandato. A cinco semanas de transmitir o cargo a Barack Obama, Bush e o premiê iraquiano Nouri Al-Maliki assinaram o acordo que prevê tropas americanas no país até 2011.

Foi a quarta visita de Bush ao Iraque desde o início da guerra, em 2003. " A guerra ainda não acabou " , afirmou.

(Valor Econômico)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.