Tamanho do texto

Nova York, 1 out (EFE).- O estilista brasileiro Francisco Costa, diretor criativo da coleção para mulher da Calvin Klein, foi eleito um dos 25 latinos mais influentes de Nova York, de acordo com uma lista feita pelo jornal The New York Post.

O "New York Post" publicou hoje uma lista com os 25 latinos mais influentes em Nova York em âmbitos como artes, moda, saúde, política, imprensa e filantropia.

Embora a lista seja restrita, em princípio, aos latinos mais influentes de Nova York, o diário decidiu incluir o mexicano Carlos Slim, segundo homem mais rico do mundo segundo a revista "Forbes", após ele se tornar o segundo maior acionista do jornal "New York Times".

No âmbito das artes, se destacam Virgilio Garza, responsável pelo departamento de arte latino-americana da casa de leilões Christie's.

Em esportes, o latino mais influente é o panamenho Mariano Rivera, lançador da equipe de beisebol New York Yankees.

A colombiana Nina García, editora de moda da revista "Marie Claire" e juíza do concurso televisivo "Project Runway", e Rossana Rosado, conselheira delegada do diário "La Prensa" são as latinas mais poderosas do mundo da imprensa.

Na política, se destacam Rosario Dawson, co-fundador da Voto Latino, uma organização que ajuda a registrar eleitores, e o congressista José Serrano, que votou contra o plano de resgate financeiro de US$ 700 bilhões proposto por Washington para ajudar Wall Street a sair da crise.

Em literatura, fazem parte da lista Rene Alegría, editora do selo espanhol Rayo do grupo editorial HarperCollins, e o escritor dominicano Junot Díaz, prêmio Pulitzer 2008 por seu primeiro romance "A breve e maravilhosa vida de Oscar Wao".

No mundo do entretenimento, o jornal nova-iorquino destaca Lin-Manuel Miranda, roteirista de "In the Heigths", ganhador do prêmio Tony de melhor musical 2008. EFE bj/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.