Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Jornais americanos vão partilhar artigos e fotos

Os jornais The Washington Post e The Baltimore Sun anunciaram na semana passada que vão começar a partilhar entre si alguns dos seus artigos e fotos. A parceria une dois participantes de peso ao rol cada vez maior de jornais que cooperam com seus concorrentes regionais para obter uma melhor cobertura a partir de uma equipe de reportagem cada vez mais reduzida.

Agência Estado |

O Sun e o Post dividiram, de fato, a responsabilidade em relação a boa parte do noticiário local e esportivo da sua região. Além disso, eles poderão pela primeira vez usar o material produzido pelas editorias nacional e internacional um do outro.

Nos últimos meses, jornais de todo o país estabeleceram diversos acordos de graus diferentes de partilha de conteúdo, incluindo The Miami Herald, The Palm Beach Post e The Sun-Sentinel de Fort Lauderdale; The Dallas Morning News e o Star-Telegram de Fort Worth; e um grupo de oito grandes jornais de Ohio.

"Há apenas dois anos, seria impensável ver os jornais fazendo algo assim", disse Rick Edmonds, analista de negócios de mídia do Instituto Poynter, uma escola de jornalismo sem fins lucrativos que é dona do St. Petersburg Times.

"Em meio ao clima atual, no qual há urgência de economizar para compensar pela queda na receita proveniente da publicidade, acredito que o problema esteja se transformando numa bola de neve que passa de um lugar para o outro." Dentro das regras do novo acordo, o Post e o Sun vão compartilhar a maior parte da cobertura local de Maryland, mas não as matérias exclusivas.

"Eles vão nos dar a cobertura de Baltimore e da periferia da cidade, e nós daremos a eles a cobertura dos subúrbios de Washington em Maryland", disse Robert J. McCartney, editor de notícias metropolitanas do Post.

Quanto às notícias de áreas remotas, como o oeste de Maryland e a Praia Leste, os jornais vão averiguar se o melhor seria que apenas um deles se dedicasse a uma determinada matéria ou ambos.

Em se tratando de esportes, o Post será responsável pela cobertura da equipe de futebol americano Redskins, da equipe de beisebol Nationals e das equipes da Academia Naval americana de Annapolis. O Sun vai cobrir a equipe de futebol americano Ravens, a equipe de beisebol Orioles e o turfe.

Em algumas áreas o trabalho dos jornais não será compartilhado, mantendo a concorrência entre eles. Estas incluem a cobertura do governo estadual de Maryland e das equipes esportivas da Universidade de Maryland.

"Isso permite que ambos os jornais empreguem a totalidade dos seus recursos para buscar matérias que lhe sejam exclusivas, valendo-se dos seus próprios pontos fortes", disse J. Montgomery Cook, que se tornará editor do Sun nessa semana. "Por toda parte os orçamentos estão apertados, e por isso é melhor empregar nossos recursos de maneira a aproveitá-los ao máximo, evitando a duplicação de conteúdo."

As empresas proprietárias dos dois jornais há anos cooperam na administração da agência de notícias The Los Angeles Times - Washington Post News Service, compartilhando artigos das editorias nacional e internacional, e vendendo este conteúdo para outros jornais. O Sun, como o Los Angeles Times, pertence à Tribune Co., e contribui com a agência de notícias.

Até agora, o Post e o Sun não tinham permissão para publicar o conteúdo um do outro disponibilizado por meio da agência de notícias.

Sob o novo acordo, esta proibição acabará.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG