Rio de Janeiro - A fabricante americana de maquinarias agrícolas John Deere demitiu 502 trabalhadores de sua fábrica no Rio Grande do Sul, após as encomendas terem despencado devido à crise internacional e pela seca em Argentina, Uruguai e Paraguai, informou hoje a empresa.

Os trabalhadores pertenciam à fábrica de colheiteiras e plantadeiras da John Deere em Horizontina (RS), que atende a clientes brasileiros e de nações sul-americanas vizinhas.

A empresa alega que precisa adequar seu ritmo de produção das máquinas à demanda, que diminuiu nos últimos meses pelo impacto da crise financeira mundial no Brasil e pelos problemas climáticos que levaram agricultores a cancelar pedidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.