Tamanho do texto

SAN FRANCISCO - Steve Jobs, presidente-executivo da Apple, anunciou nesta quarta-feira seu afastamento do cargo até o final de junho por razões médicas. Segundo Jobs, na última semana ele soube que seu estado de saúde é mais complexo do que ele imaginava originalmente.

Jobs pediu que Tim Cook passe a responder pelas operações da companhia no dia-a-dia.

Ele também informou que planeja se manter envolvido em todas as principais decisões estratégicas da empresa enquanto estiver fora.