Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Jobim visita Índia de olho no mercado bélico

De olho em contratos bilionários e no maior mercado importador de armas do mundo, o Brasil defende uma parceria estratégica com o setor militar indiano. Ontem, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, iniciou quatro dias de conversas com autoridades da Índia para desbloquear a venda de aviões brasileiros ao país, fechar acordo para a construção de um radar e, ainda, atuar no monitoramento do território indiano.

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561699696&_c_=MiGComponente_C

A Índia é hoje o país que mais gasta recursos públicos com a importação de material bélico e estratégico. Na próxima década, vai aplicar US$ 100 bilhões em armamentos. Com conflitos em suas fronteiras, uma região ainda sob questionamento do Paquistão e insurgentes domésticos, a Índia aumenta a cada ano seus gastos militares. Dados oficiais apontam que o país gasta 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em armas, mais de duas vezes o que destina para saúde.

Como não tem ainda uma produção local de armas e equipamentos, Nova Délhi vem optando por importar equipamentos - 70% dos armamentos usados vêm de fora. Hoje, por exemplo, o primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, aterrissa na Índia também com o objetivo de ampliar suas vendas de caças e outros produtos do setor bélico. O Brasil também quer tirar proveito desse mercado. "Vamos propor uma parceria estratégica entre os dois países", disse o ministro da Defesa.

Caças

Jobim ainda confirmou que anunciará o seu parecer em relação à compra de caças para as Força Aérea Brasileira (FAB) na semana do dia 5 de abril. O governo já teria optado pelo modelo francês, o Rafale, da empresa Dassault - preterido pelos militares. Porém, o ministro insistiu que ainda não pode anunciar oficialmente a decisão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: jobim

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG