Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Jobim diz que general Félix foi informado sobre compra de equipamentos

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito das Escutas Telefônicas Clandestinas da Câmara dos Deputados que entregou ao ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Jorge Félix, documentos sobre a compra de três equipamentos para o Exército. Jobim disse aos parlamentares que tinha informações de que os equipamentos tinham condições de fazer interceptações telefônicas, e que o general foi comunicado e iria examinar o assunto. A CPI se concentra na apuração dos fatos relativos a um suposto grampo atribuído à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) de conversas entre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

Valor Online |

Jobim foi convocado, por meio de requerimento, para prestar esclarecimentos e entregar à comissão documentos relativos a compra de equipamentos pela Comissão do Exército para a Abin.

O ministro em declarações anteriores disse que os equipamentos tinham capacidade de realizar escutas telefônicas, mas a informação foi desmentida pelo diretor afastado da Abin, Paulo Lacerda.

Neste fim de semana, matéria da revista Época sustentou que a Operação Satiagraha, deflagrada pela Polícia Federal para investigar crimes financeiros cometidos por um grupo supostamente comandado pelo banqueiro Daniel Dantas, teria tido também a participação de oficiais da ativa dos serviços secretos das Forças Armadas, subordinados hierarquicamente a Jobim.

Em nota, o Exército negou a participação de oficiais na operação.

"(Agência Brasil)"

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG