O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou hoje que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai formatar o modelo de concessão dos aeroportos de Viracopos, em Campinas (interior de SP), e do Galeão (RJ) até julho. De acordo com ele, a decisão sobre a concessão desses dois aeroportos deve ficar para o segundo semestre.

Jobim, no entanto, não estimou qual seria o prazo para que esse processo seja concluído. Com isso, ele negou que o governo teria adiado o processo de concessão dos dois aeroportos. Jobim também reafirmou que o que está acontecendo com a Infraero é uma abertura de capital e não um processo de privatização.

Jobim disse que faz parte do jogo democrático as críticas do governo do Rio de oposição ao processo de abertura do Aeroporto Santos Dumont para voos nacionais de longa distância. Segundo ele, o governador Sérgio Cabral (PMDB) é seu amigo e "ele tem direito de fazer o que quiser, assim como o ministério vai fazer a sua parte para manter o processo de abertura do Santos Dumont". Jobim negou que ao receber os voos nacionais o Santos Dumont poderia causar o esvaziamento do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, o Galeão, conforme o governo do Rio alega.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.