O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou hoje que o governo federal não promoverá concessões de aeroportos à iniciativa privada em 2010, deixando a decisão para a próxima administração. A exceção será o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (em Natal, no Rio Grande do Norte), que precisa do processo e deverá ser concedido.

"O governo deverá fazer a concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante", disse o ministro, em entrevista após aula magna a oficiais na Escola de Guerra Naval (EGN).

"E durante este ano eleitoral, não haverá concessões. Vamos deixar para o outro governo a decisão a respeito do assunto", disse Jobim. Ele previu ainda que em 20 dias o governo anunciará o vencedor da licitação para compra de novos caças da Aeronáutica, disputada por americanos (Boeing), franceses (Dassault) e suecos (Saab).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.