Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

JFE quer preços do minério de ferro nos níveis de 07/08

TÓQUIO (Reuters) - A JFE Steel Co, terceira maior fabricante de aço do mundo, quer que os preços do minério de ferro e do coque de carvão no ano comercial 2009/10 fiquem ao menos nos níveis de 2007/08, devido a um declínio acentuado na demanda por aço, disse o presidente da companhia, Hajime Bada, nesta terça-feira. Os níveis de 07/08 --este é o mínimo para nós, afirmou Bada à reporters em uma recepção para a Federação de Aço e Ferro do Japão.

Reuters |

Os preços do minério de ferro quase dobraram, enquanto os do coque de carvão triplicaram em 2008 motivados por uma procura apertada. Já a demanda por aço caiu fortemente desde o final do ano passado, conforme a recessão global e a restrição de crédito enfraqueceram a venda de carros, maquinários para construção e outros produtos feitos à base de aço.

O minério de ferro e o coque de carvão são as principais matérias-primas utilizadas na produção de aço.

A JFE Steel, unidade central da JFE Holdings Inc, no final do ano passado foi a primeira 'player' japonesa a fechar uma caldeira, reduzindo em um quarto a produção de seis meses até março, comparada ao mesmo período do ano anterior.

Bada acrescentou que conversas com mineradoras como a BHP Billiton e a Vale podem ser adiadas neste ano, já que os temores econômicos tornaram difíceis as projeções para demanda de aço.

"Nós estamos esperando que os preços serão fixados, no máximo, até maio", declarou ele.

Entretanto, Shoji Muneoka, presidente da Nippon Steel Corp, segunda maior fabricante mundial de aço, disse que espera que o mercado de aço japonês alcance a mínima no final de março e comece a se recuperar na metade de 2009.

"Fabricantes de automóveis e outros clientes estão reduzindo acentuadamente a produção no momento, pois visam diminuir os estoques antes que o novo ano fiscal comece em abril", completou Muneoka.

"Nós esperamos que as ordens se recuperem depois que o ajuste dos estoques terminar em março", explicou ele.

(Por Yuko Inoue)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG