Tamanho do texto

Tóquio, 23 set (EFE).- O fabricante de caminhões Isuzu Motors negou a possibilidade de que a companhia japonesa compre a americana General Motors (GM) sua divisão de caminhões médios, informou hoje o jornal The Japan Times.

Fontes ligadas ao fabricante japonês de caminhões disseram, além disso, que é difícil que a Isuzu e a GM cheguem a um acordo, segundo o periódico.

De acordo com o que publicou recentemente o jornal econômico "Nikkei", a GM contactou em meados de setembro a Isuzu para sondar o interesse da firma japonesa para comprar sua unidade de caminhões médios.

Fontes ligadas à negociação disseram que a Isuzu examinaria a proposta de maneira positiva e que poderiam concluir em um acordo no final deste ano.

No entanto, fontes da companhia japonesa negam agora seu interesse nesta operação, que seria a primeira que um fabricante japonês adquiriria um negócio de uma das grandes companhias americanos do motor. EFE icr/ma