Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Japão vai distribuir US$ 20 bilhões aos consumidores

O primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, anunciou hoje que o governo distribuirá benefícios em dinheiro totalizando 2 trilhões de ienes (US$ 20,5 bilhões) para todas as famílias japonesas até o final deste ano, de acordo com a agência Kyodo News. Os benefícios fazem parte de um pacote mais abrangente de estímulo à economia que está sendo estudado pelo governo.

Agência Estado |

A distribuição de tais benefícios até o final do ano será "muito mais significativa" do que se fosse feita depois disso, afirmou Aso a repórteres. O governo e a coalizão de partidos que o apóiam também estão dando os toques finais em um plano para expandir as deduções de impostos sobre empréstimos residenciais, que devem subir para até 6 milhões de ienes (US$ 61,5 mil) sobre um período de 10 anos. Atualmente, os proprietários de residências recebem no máximo 1,6 milhão de ienes em deduções do imposto de renda sobre um período de 10 ou de 15 anos, um programa que deve ser encerrado em dezembro.

Para financiar os benefícios, Aso pretende submeter um projeto de orçamento suplementar para o atual ano fiscal, que deverá ser analisado pela Dieta (Legislatura) até o final de novembro, segundo um legislador sênior da coalizão. A Dieta é o mais alto órgão do poder estatal e o único corpo legislativo no Japão, composta por Câmara dos Deputados e Câmara dos Conselheiros. Para isso, o ano legislativo deve ser estendido para além de 30 de novembro, segundo deputados da coalizão.

Ontem, o governo japonês e a coalizão concordaram em um corte de impostos de 2 trilhões de ienes (US$ 20,61 bilhões) e aprovaram gastos fiscais de 5 trilhões de ienes (US$ 51,5 bilhões) para implementar medidas de resgate, de acordo com a Kyodo. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG