TÓQUIO- O Japão vai usar suas reservas internacionais para aliviar os problemas de financiamento de empresas japonesas que operam fora do país, afirmou o ministro das Finanças nesta terça-feira. Os empréstimos são necessários devido ao aumento dos custos de financiamento nos Estados Unidos, que já impediu muitas opções de crédito de empresas japonesas. O montante liberado pode chegar a US$ 5 bilhões.

A Toyota, que opera um braço de leasing nos EUA, informou que será uma das primeiras a buscar o empréstimo do governo. A empresa enfrenta dificuldades dentro do mercado de crédito norte-americano. A montadora avalia que precisará de um aporte de US$ 2,06 bilhões para manter suas operações dentro dos Estados Unidos.

"Como tem sido difícil levantar recursos em moeda estrangeira no mercado, os empréstimos das reservas serão estendidos... como uma medida extraordinária", disse o ministro Kaoru Yosano.

O governo vai emprestar US$ 5 bilhões de dólares este mês ¿o equivalente a 0,5% das reservas de US$ 1 trilhão¿ para o Japan Bank for International Cooperation (JBIC) . O banco estatal oferecerá uma linha de crédito de cinco anos para companhias.

Leia também:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.