Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Japão tomará medida contra crise, diz presidente do BoJ

O presidente do Banco do Japão (BoJ), Masaaki Shirakawa, disse hoje que a instituição tomará novas medidas para estabilizar os mercados financeiros, o que provavelmente implicará mais injeções de liquidez e outras medidas para a operação do sistema. Um corte na taxa básica de juros parece improvável por agora, afirmou Shirakawa.

Agência Estado |

Segundo ele, as taxas de juros no Japão já são muito baixas.

Às vésperas do encontro dos ministros de Finanças e dos presidentes dos bancos centrais dos países do G-7 - grupo dos sete países mais industrializados do mundo -, em Washington, ele também afirmou que, de uma maneira geral, é favorável a injeções de dinheiro público em bancos privados, se isso apoiar a economia, e que observa o impacto que a crise bancária nos Estados Unidos e nos países europeus poderá ter na economia japonesa.

Shirakawa também afirmou que, embora a delegação japonesa que participará do encontro do G-7 deva explicar como foi a experiência do país na década de 1990, quando o Japão enfrentou o colapso da bolha imobiliária, ele disse que isso não necessariamente irá ajudar o sistema financeiro a curar suas doenças desta vez. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG