Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Japão: gigantes do setor eletrônico são cada vez mais afetadas

As gigantes japonesas da eletrônica Sony, Hitachi, NEC e Toshiba estão caindo uma atrás da outra, vítimas impotentes de uma retração na demanda, da queda dos preços e de um iene que não pára de subir.

AFP |

Quase 6 bilhões de euros é a quantia que o conglomerado industrial Hitachi se prepara para perder ao término de seu ano fiscal, em março. Há apenas três meses, a promessa era de lucros. Resultado: corte de 7.000 vagas.

O mesmo drama acontece com a NEC, que se diz forçada a demitir cerca de 20.000 funcionários no mundo, após prever perdas anuais colossais (2,4 bilhões de euros).

A Sony já havia dado a largada, em dezembro, quando anunciou a demissão de 16.000 em sua atividade central, o setor eletrônico, que de repente se tornou deficitário.

Depois, foi a vez da Toshiba (4.500 empregos cortados e 2,33 bilhões de euros em perdas), acompanhada de várias outras empresas menos conhecidas do público, mas em situação também preocupante.

"A conjuntura se agravou, terrivelmente, durante o ano em curso, e o próximo se anuncia como igualmente muito difícil", declarou o presidente da Toshiba, Hatsutoshi Nishida, esta semana.

kap/tt

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG