Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Japão: exportações têm queda recorde em novembro

As exportações japonesas tiveram em novembro a maior queda da história, levando o país a registrar dois meses consecutivos de déficit comercial pela primeira vez desde 1980. O dado consolidou a expectativa de aprofundamento da recessão numa economia altamente dependente das vendas externas.

Agência Estado |

Em novembro, as exportações do Japão recuaram 26,7% em relação ao mesmo mês do ano passado, para 5,327 trilhões de ienes (US$ 59,31 bilhões), de acordo com os números divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério das Finanças.

A balança comercial do Japão registrou déficit de 223,42 bilhões de ienes no mês passado, depois de ter apresentado resultado negativo de 67,69 bilhões de ienes em outubro. Foi o primeiro declínio mensal sucessivo desde outubro e novembro de 1980. A diminuição das vendas para o exterior - a maior desde que o Ministério começou a divulgar os dados, em janeiro de 1980 - foi causada predominantemente pela retração nos embarques de automóveis e autopeças para os EUA e a Europa, e de semicondutores para a China.

Todas as regiões acompanhadas pela medição diminuíram as compras de produtos japoneses em novembro, incluindo a Ásia e o Oriente Médio. As exportações para os EUA tiveram a maior queda já registrada, com recuo de 33,8% em relação ao total de novembro de 2007.

As vendas para a União Européia caíram 30,4% na mesma comparação - o segunda maior declínio já registrado - e os embarques para os demais países asiáticos diminuíram 26,7%, mesmo porcentual da queda recorde de junho de 1986. Para a América Latina, as vendas do Japão caíram 17,9%. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: Japão

Leia tudo sobre: japão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG