Tóquio, 14 out (EFE).- O Ministério das Finanças do Japão autorizou hoje uma série de medidas para estabilizar os mercados financeiros, entre elas a injeção de fundos públicos nos bancos regionais, informou em comunicado o Governo japonês.

As medidas estabelecidas foram estipuladas durante a reunião do G-7 (EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Japão), que aconteceu na sexta-feira passada, em Washington.

O Governo e o Banco do Japão (BOJ) "considerarão" e se for necessário "suspenderão temporariamente a venda de ações em posse do Estado", de acordo com a nota do Ministério.

As autoridades econômicas japonesas decidiram ainda que as restrições sobre as companhias para a compra de suas próprias ações vão ser "suavizadas imediatamente", com o objetivo de estabilizar os mercados.

Além disso, ampliarão as medidas de ajuda para as companhias de seguros de vida para além de abril de 2009, depois que a seguradora Yamato Life Insurance se transformasse na sexta-feira passada na primeira empresa financeira japonesa a quebrar por causa da incerteza econômica global.

No entanto, o Ministério considerou que o sistema financeiro no Japão permanece relativamente estável e que "há medidas suficientes de segurança" que já estão iniciadas.

"Continuaremos acompanhando com atenção o impacto das recentes quedas nos mercados sobre o mercado financeiro e a economia real do Japão", diz no comunicado. EFE icr/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.