Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Japão, China e Coréia aceleram fundo de US$ 80 bilhões

Coréia do Sul, Japão e China vão discutir a aceleração da criação de um fundo de US$ 80 bilhões para ajudar a proteger a Ásia da turbulência financeira global. O Ministério de Finanças e Estratégia da Coréia do Sul informou que vice-ministros de finanças dos três países vão se reunir na próxima segunda-feira às margens da reunião anual do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Agência Estado |

Numa reunião em maio passado, os ministros de finanças dos três países fecharam um acordo para aperfeiçoar um esquema de troca de moedas. Eles deveriam se reunir novamente em maio do próximo ano para discutir os detalhes do plano, mas no encontro da próxima semana os vice-ministros discutirão a antecipação das conversas ministeriais. Entre os detalhes a serem acertados estão a contribuição de cada país e o processo de tomada de decisões, disse Shin Je-yoon, vice-ministro para assuntos internacionais do Ministério de Finanças e Estratégia da Coréia do Sul.

Ele afirmou que as conversas ministeriais serão retomadas "o mais breve possível" para finalizar os detalhes. "A aceleração das discussões sobre o fundo teria efeito preventivo", declarou. Na última sexta-feira, o presidente da Coréia do Sul, Lee Myung-bak, convocou o ministros de finanças dos três países a discutirem uma coordenação mais próxima para enfrentar a turbulência financeira e alertou que a crise dá sinais de estar deprimindo a economia de todo o mundo. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: crise financeira

Leia tudo sobre: crise imobiliáriacrise nos eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG