Melhora se deve ao aumento das exportações e à forte demanda dos vizinhos asiáticos, principalmente da China

Tóquio - O superávit comercial do Japão chegou em abril a 742 bilhões de ienes (6,75 bilhões de euros), naquele que foi seu 13º mês consecutivo com números positivos, segundo informou o Ministério das Finanças nesta quinta-feira. Esta melhora foi motivada por um aumento das exportações em 40,4% com relação ao mesmo mês do ano passado, chegando a 5,89 trilhões de ienes (53,6 bilhões de euros), especialmente graças à forte demanda dos vizinhos asiáticos, principalmente da China.

As importações aumentaram 24,2%, até 5,15 trilhões de ienes (46,8 bilhões de euros), o que supõe o quarto mês consecutivo de alta. As exportações japonesas em termos gerais registraram o quinto mês seguido de alta, mas o ritmo de aumento reduziu levemente, segundo dados do relatório preliminar apresentado nesta quinta.

A China, que se tornou o principal parceiro comercial do Japão, aumentou suas compras entre as empresas japonesas em 45,3%, até 1,15 trilhões de ienes (10,4 bilhões de euros). Para o Japão, com uma economia orientada às exportações, o aumento da demanda da China foi um dos principais fatores para avançar na recuperação econômica após superar a pior crise do pós-guerra no segundo trimestre do ano passado.

Com Brasil, México e Chile, as exportações aumentaram 53,3%, até 320 bilhões de ienes (2,9 bilhões de euros). Nos primeiros meses de 2009, o Japão registrou balança comercial negativa, algo incomum em uma economia orientada às exportações que foi muito abalada pela queda da demanda mundial pela crise.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.