Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Jamaica quer indenizar trabalhadores demitidos de açucareiras privatizadas

Kingston, 2 jul (EFE).- O Governo da Jamaica está disposto a indenizar com um total de US$ 32 milhões cerca de 13.

EFE |

500 trabalhadores que perderão o emprego devido à venda de cinco companhias açucareiras estatais para uma empresa brasileira, informou hoje uma fonte oficial.

O ministro da Agricultura, Chris Tufton, disse no Parlamento que "aproximadamente 13.500 empregados serão afetados" pela venda, mas que estão sendo elaborados "planos para prestar assistência a eles".

O Governo jamaicano anunciou no mês passado que a empresa brasileira Infinity Bio Energy, produtora de etanol, adquirirá 75% das ações de cinco açucareiras estatais, das quais o Estado caribenho conservará 25%.

Na semana passada, o Governo da Jamaica e diretores da companhia brasileira assinaram um acordo de compra e venda.

A companhia Newco, um consórcio entre a Infinity e o Estado jamaicano, será o responsável pela direção e controle das açucareiras a partir de outubro.

Sob este acordo, a nova companhia produzirá etanol e gerará eletricidade para uso comercial, além de produzir açúcar destinado à exportação.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de açúcar e etanol.

Mais de 95% da produção de açúcar da Jamaica, equivalente a cerca de 150 mil toneladas, tem como destino final os países da União Européia (UE).

O Governo jamaicano não revelou ainda o valor da venda das cinco açucareiras.

As empresas açucareiras geraram grandes perdas ao Estado nos últimos 25 anos, em contraste com a rentabilidade das privadas. EFE hh/bm/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG