Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Japan Airlines (JAL) resolveu reestruturar toda a sua rede visando voltar à lucratividade. O plano inclui corte de rotas e aposentadoria de aeronaves Boeing 747-400 e Airbus 300-600 no fim deste ano fiscal.

SÃO PAULO - A Japan Airlines (JAL) resolveu reestruturar toda a sua rede visando voltar à lucratividade. O plano inclui corte de rotas e aposentadoria de aeronaves Boeing 747-400 e Airbus 300-600 no fim deste ano fiscal. A empresa vai se retirar de várias regiões e vai contrair drasticamente o tamanho de suas operações. A intenção é alcançar, em um ano, uma redução significativa nos custos fixos da empresa, meta essa inicialmente prevista para ser atendida em um período de três anos. A empresa aérea vai descontinuar seus serviços em 15 rotas internacionais e em 30 rotas domésticas. Finalizando as mudanças realizadas desde o ano fiscal 2009, a JAL vai encerrar operações em 28 rotas internacionais, com o fechamento de 11 bases no exterior, e 50 rotas domésticas, com 8 escritórios de portas fechadas. Entre as rotas suspensas, estão, por exemplo, a Narita-São Paulo, a Narita-Amsterdã e a Narita-Milão. Os escritórios da aérea japonesa nessas cidades estrangeiras serão fechados. (Juliana Cardoso | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.