A maior companhia aérea japonesa, Japan Airlines (JAL), revisou nesta sexta-feira as previsões para o exercício 2008-2009, que termina em março, e espera agora um prejuízo líquido de 34 bilhões de ienes (374 milhões de dólares).

Há alguns meses, a empresa previa um lucro líquido de 13 bilhões de ienes, mas a contínua queda da demanda mundial explica a revisão drástica.

hih-roc/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.