Tamanho do texto

O diretor-comercial da Taií, Dilson Ribeiro, afirmou ontem que cerca de 30 lojas próprias da financeira, que pertence ao Grupo Itaú, poderão ser fechadas nos próximos meses. Dez já foram fechadas neste ano, e hoje a rede conta com 250 pontos de atendimento.

"É uma financeira nova, de um ano e meio, e é natural ter errado a sua dimensão em 30 ou 40 lojas", disse.

Apesar disso, Ribeiro afirmou que a esperada desaceleração no crédito ainda não levou a um reposicionamento da marca Taií. "Não há nada em estudo", afirmou. Além das lojas próprias, a Taií opera em sociedade com o Grupo Pão de Açúcar e Lojas Americanas - ontem, fechou mais um acordo com as Lojas Marisa.

Nesses pontos-de-venda, a financeira faz a administração dos cartões private label e a oferta de serviços financeiros, como crédito consignado e crédito direto ao consumidor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.