Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Itaú e Unibanco não fecharão agências, diz sindicato

O presidente do Sindicato dos Bancários, Luiz Cláudio Marcolino, afirmou hoje que as diretorias do Itaú e do Unibanco disseram que não haverá fechamento de agências durante e após o processo de integração resultado da fusão das duas instituições. Os dois bancos somam atualmente 4.

Agência Estado |

800 agências e Postos de Atendimento Bancário (PABs). "Foi acertado que não haverá fechamento de agências", relatou, após reunião com os diretores de Recursos Humanos do Itaú, Marcos Carnieri, e do Unibanco, Sérgio Fajerman, na sede do Banco Itaú, na zona sul da capital paulista.

A demanda do sindicato para um compromisso do banco para que não haja demissões, entretanto, ainda não foi acertada, informou Marcolino. Segundo ele, o sindicato quer que as direções dos dois bancos assinem um compromisso que garanta o emprego dos 104 mil funcionários das duas instituições. "A diretoria não quis formalizar", disse o presidente do sindicato.

Na semana passada, em entrevista coletiva à imprensa, os presidentes do Itaú, Roberto Setubal, e do Unibanco, Pedro Moreira Salles, afirmaram que não haverá demissões. Ainda assim, o sindicato exige que os bancos assinem um documento firmando esse compromisso.

Marcolino informou que as diretorias das duas instituições irão agendar até esta sexta-feira uma nova reunião para continuar as negociações com a categoria. Segundo ele, um compromisso dos bancos garantindo os empregos poderia fazer com que as instituições realocassem funcionários em diversas áreas para evitar demissões.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG