Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Itaú e Cemig têm maior peso entre 10 top picks de janeiro, informa UBS

O UBS Pactual recomenda um portfólio altamente exposto a ações do mercado doméstico brasileiro para janeiro no Brasil. Em relatório mensal, a casa diz que, dadas as incertezas em relação ao crescimento global e seu impacto nos preços das commodities, seu portfólio tem exposição de 75% em nomes domésticos, com recomendação underweight (abaixo da performance do mercado) em commodities (25%).

Agência Estado |

Além disso, o UBS lembra que as ações domésticas ainda estão negociando com desconto em relação à média histórica das commodities.

A lista de dez papéis preferidos para janeiro tem em Itaú e Cemig as ações com maior peso. É composta por Itaú (25%), CSN (10%), Cemig (15%), CCR (5%), Net (10%), Vale do Rio Doce (10%), Ultrapar (5%), AES Tietê (5%), TAM (10%) e RedeCard (5%).

CSN entra na lista no lugar da Petrobras, Cemig tem peso elevado e a casa adicionou Ultrapar e TAM ao grupo. O UBS diz no relatório acreditar que, após a boa performance da Petrobras em dezembro, há agora mais potencial de alta na CSN. Entretanto, a instituição continua posicionada no setor de energia adicionando Ultrapar, sobretudo em função de sua natureza defensiva e dos ganhos esperados com a recente reestruturação pela qual a empresa passou.

Sobre Cemig, o UBS comenta que vê um potencial rally de "alívio" nas ações da empresa, dado seu recente desempenho aquém do mercado. "A companhia tem alta liquidez, fluxo de caixa previsível e dividend yield estimado para 2009 de 9,8%." TAM foi adicionada por sua forte posição competitiva e valuation relativo atrativo. Continua como top pick em seu setor.

Leia tudo sobre: ubs

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG