Tamanho do texto

O Itaú está em busca de uma operação de private banking no México para expandir a participação desse segmento na América Latina. Trabalhamos com consultores para encontrar a melhor maneira de entrar no México.

Não sei se adquirindo um private ou uma asset", afirmou à Agência Estado o diretor-executivo do Itaú Private Bank, Liwal Salles.

O mercado mexicano responde por cerca de 35% do private banking na América Latina e a segunda colocação está com o Brasil, com uma participação de 30%. Para Salles, é impossível pensar em liderança na região sem uma presença no México.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.