Os governos da Itália e da Suécia confirmaram ontem os péssimos desempenhos de suas economias em 2009. Segundo o Escritório Estatístico Nacional (Istat), o Produto Interno Bruto (PIB) italiano caiu 5% no ano passado, enquanto o déficit público subiu de 2,7% para 5,3%, confirmando as preocupações do mercado.

A Suécia teve desempenho semelhante: a economia sueca registrou queda de 4,9%, a maior queda desde a 2ª Guerra Mundial. O desempenho ruim continuava no último trimestre do ano passado.

Notícia melhor veio de Bruxelas. Segundo o Escritório Estatístico das Comunidades Europeias (Eurostat), o desemprego na Europa se manteve estável em janeiro, em 9,9%. É o terceiro mês consecutivo de estabilidade. Ao todo, 22,9 milhões de pessoas estão desempregadas na União Europeia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.