Os líderes da União Européia (UE) alcançaram ontem acordo sobre um plano de estímulo de ¿ 200 bilhões que tem como objetivo ajudar a tirar a região da recessão, afirmou o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. Estamos todos de acordo, disse Berlusconi após jantar com outros líderes da UE, no primeiro de dois dia do encontro de cúpula em Bruxelas.

Questionado se o acordo era baseado na meta original de 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) da União Européia, ou 200 bilhões, ele respondeu que sim. Na quarta-feira, as autoridades italianas anunciaram oficialmente que o país estava em recessão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.