Tamanho do texto

O governo italiano adotou nesta sexta-feira uma série de medidas contra a crise econômica num valor de 2 bilhões de euros, parte dos quais deverão fomentar a venda de automóveis, anunciou o chefe de Governo, Silvio Berlusconi.

O pacote de medidas inclui uma quantia destinada a incentivar os italianos a comprar automóveis novos e menos poluentes.

Igualmente serão aplicadas fortes reduções fiscais para a compra de imóveis e eletrodomésticos de nova geração.

A venda de carros caiu consideravelmente na Itália e, em janeiro, chegou a 32,6%, um dos níveis mais baixos da última década.

No final de novembro, o governo havia adotado uma série de medidas contra a crise com 5 bilhões de euros para 2009, entre elas a criação de uma espécie de bolsa-família.

A oposição e os sindicatos consideraram essas disposições insuficientes.

bur-kv/cn