O governo da Itália decidiu adiar para 28 de novembro a reunião que analisará o pacote de 80 bilhões de euros para estimular a economia do país, informam jornais locais. O governo quer coordenar suas medidas com as que serão anunciadas pela União Européia no dia 26.

A reunião do comitê de planejamento, que decidirá sobre investimentos de 16 bilhões de euros em infra-estrutura, também foi adiada para o dia 28. O governo estuda uma série de medidas para ajudar as famílias italianas a enfrentar a crise econômica, incluindo o congelamento dos aumentos no transporte público, corte no imposto que incide sobre a gasolina, renegociação de hipotecas residenciais, entre outras.

O governo também considera a renovação do incentivo à compra de carros, que ajuda os consumidores a substituirem automóveis mais velhos e poluentes por veículos novos e mais eficientes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.