Tamanho do texto

Jerusalém, 15 nov (EFE).- O ministério de Assuntos Exteriores de Israel pedirá hoje à embaixada da Turquia explicações sobre a transmissão na televisão pública turca de uma série de ficção que mostra soldados do Exército israelense matando crianças palestinas.

A responsável pelo setor de negócios da embaixada turca, Ceylan Ozen, foi convocada hoje pelo ministério de Assuntos Exteriores israelense, onde altos cargos diplomáticos expressarão seu "desagrado e protesto pelo conteúdo da série da televisão pública", disse à Agência Efe o porta-voz da instituição Yigal Palmor.

"A gravidade está no conteúdo incendiário do programa, que mostra soldados israelenses que massacram crianças, bebês e civis sem nenhum motivo e a sangue frio", explicou.

A série intitulada "Ayrilik" conta uma história de amor que se passa em Gaza durante a ofensiva militar israelense entre dezembro de 2008 e janeiro deste ano (na qual 1.400 palestinos morreram, em sua maioria civis), e mostra soldados israelenses em atitudes cruéis, nas quais humilham e abusam de palestinos inocentes, disparam em crianças pelas costas e jogam idosos no chão.

"Isto pode ter um impacto muito grave na opinião pública, sobretudo quando é divulgado na televisão publica", diz Palmor, que acrescenta que "se trata de uma incitação e de uma mensagem de ódio ao mais alto nível e é intolerável".

Para o ministério de Assuntos Exteriores israelense, "Ayrilik" não é "uma ficção normal na qual possa haver maus e bons, mas uma incitação ao ódio feita com o apoio do Governo turco".

Na conversa com a diplomata turca, o Governo israelense manifestará seu protesto "por uma política intolerável e incendiária" e "alertará a Turquia sobre as possíveis consequências deste tipo de programa". EFE aca/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.