SÃO PAULO - O governo da Islândia pediu US$ 2 bilhões de apoio do Fundo Monetário Internacional (FMI). É a primeira vez desde 1976 que um país ocidental se aproximou do organismo em busca de tal ajuda.

Se o suporte for aprovado, o país terá acesso imediato a US$ 860 milhões.

Vale lembrar que o sistema financeiro da Islândia ficou perto do colapso depois de o governo vir-se forçado a assumir o controle de três grandes bancos nacionais.

Os problemas naquele país tiveram grandes repercussões na Europa. No Reino Unido, por exemplo, vários poupadores não conseguiram ter acesso aos recursos depositados em bancos islandeses.

O governo da Islândia teve de recorrer ao Fundo depois de não conseguir um empréstimo da Rússia.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.